Saberes da Dança, Saberes do Mundo: Vivências das Culturas Populares no Brasil e em Moçambique na Perspectiva da Motricidade

Por: Cláudia Foganholi.

VI Colóquio de Pesquisa Qualitativa em Motricidade Humana

Send to Kindle


Resumo

Em sua potência como lugares de memória, as danças são as manifestações do passado no presente e podem representar uma das raízes que nos prendem à terra de nossas origens, como algo que nos localiza e nos identifica. Dança-se para se identificar e para que se manifeste a nossa identidade. A dança se interliga aos valores que foram e são atribuídos a essa identidade de acordo com as construções históricas e sociais de cada comunidade, povo ou nação. A abordagem das danças pode ser potente instrumento de valorização e reconhecimento da nossa própria história e atuação como seus sujeitos. Assim, as danças sobre as quais versa este estudo são as danças que contam as histórias do povo. Essas danças se localizam no contexto das culturas populares que, no caso das danças brasileiras, estão fortemente influenciadas pelas culturas indígenas e africanas. 

Endereço: http://cev.org.br/eventos/vi-coloquio-pesquisa-qualitativa-motricidade-humana/trabalhos/

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.