Sacrifícios, Sonhos, Indústria Cultural: Retratos da Educação do Corpo no Esporte Escolar

Por: , Beatriz Staimbach Albino e Danielle Torri.

Educação e Pesquisa. Revista da Faculdade de Educação da USP - v.33 - n.3 - 2007

Send to Kindle


Resumo

O artigo apresenta resultados de uma pesquisa que procurou investigar aspectos da educação do corpo, focando um programa de Esporte Escolar para meninos e meninas de uma escola pública de Florianópolis. Foram realizadas observações sistemáticas do contexto das sessões de treinamento e das competições, além de entrevistas narrativas e levantamento de alguns dados da instituição. Os resultados foram organizados em três grandes categorias de análise. Nomeamos a primeira de Castigos, punições e sacrifícios. Ela diz respeito à forma encontrada pelos treinadores para lidar com a dinâmica de repreensão e emulação de sua equipe. A segunda categoria, batizada de Formação humana X sonho de profissionalização, discorre sobre o papel das representações e expectativas sobre o futebol para as crianças em contraposição à formação que a escola e o esporte prometem lhes proporcionar. A escolha da terceira categoria se deu pela presença constante dos rituais nas práticas corporais organizadas, com especial atenção, nesse caso, ao esporte. Ela foi denominada Rituais como técnica. As considerações finais sugerem uma interpenetração entre rituais, expectativas de futuro e questões moralistas envolvidas no esporte, apontando a prevalência do interesse de controle como central. Além disso, sugerem o mimetismo das práticas do esporte convencional pela mediação da indústria cultural.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022007000300008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.