Saúde, Economia e Qualidade de Vida do Idoso na Sociedade Contemporânea: do Reconhecimento à Legitimação de Um Problema Social

Por: , Rômulo Reis e .

Kairós: Gerontologia - v.18 - n.2 - 2015

Send to Kindle


Resumo

O objetivo principal deste artigo é discutir, a partir de uma revisão de literatura, o conceito de idoso diante dos paradigmas da sociedade contemporânea capitalista. Tivemos como objetivos específicos avaliar se somente a idade é um indicativo para definir o indivíduo como idoso; apontar a relação entre saúde, atividade física e envelhecimento; diferenciar terceira e quarta idade; discutir a importância da idade como fator determinante para a saída do mundo do trabalho. Pôde-se perceber que políticas públicas, fatores socioeconômicos, e de saúde, são fundamentais, e que este debate e a luta social permeiam a manutenção e superação de um status quo etário que legitima determinada idade como importante para a perpetuação do sistema, através de uma disputa entre os interesses políticos e econômicos contra as necessidades desiguais daqueles que envelhecem em diferentes condições de vida.


 

Endereço: https://revistas.pucsp.br/index.php/kairos/article/view/27650

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.