Saúde, Sono e Falta de Tempo: Relações com o Trabalho Profissional e Doméstico em Enfermeiras

Por: Lúcia Rotenberg, Luciana Fernandes Portela e William Waissmann.

Revista de Saúde Pública - v.39 - n.5 - 2005

Send to Kindle


Resumo

OBJETIVO: Avaliar a associação entre a carga de trabalho profissional e doméstico com doenças e queixas sobre o sono e falta de tempo em enfermeiras. MÉTODOS: Estudo exploratório transversal com profissionais de enfermagem do sexo feminino (N=206) de um hospital público no Rio de Janeiro, Brasil. Os dados foram obtidos por meio de questionário. Foram estimadas as razões de prevalência e seus intervalos de confiança de 95%. RESULTADOS: A duração média das jornadas semanais profissional e doméstica foram de 40,4h e 31,6h, respectivamente. Jornadas profissionais longas (acima de 44h) se associaram ao relato de tensão, ansiedade ou insônia (RP=1,37;IC 95%: 1,05-1,80), à falta de tempo para o descanso/lazer (RP=1,61; IC 95%: 1,31-1,97), o cuidado da casa (RP=1,48; IC 95%: 1,12-1,97) e dos filhos (RP=1,99; IC 95%: 1,51-2,63). Jornadas domésticas longas (acima de 28h) se associaram à menor prevalência de queixas de falta de tempo para os filhos (RP=0,62; IC 95%: 0,46-0,84). A alta sobrecarga doméstica relacionou-se à falta de tempo para si e ao relato de varizes (RP=1,31; IC 95%: 1,14-1,50 e RP=1,31; IC 95%: 1,08-1,58, respectivamente). Este último também foi mais freqüente entre aquelas cuja carga total de trabalho excedeu 84h (RP=1,30; IC 95%: 1,05-1,61), embora tenham apresentado menor prevalência do relato de hipertensão arterial e de dor de cabeça freqüente (RP=0,35; IC 95%: 0,15-0,83 e RP=0,53; IC 95%: 0,32-0,89, respectivamente). CONCLUSÕES: Os resultados sugerem que há que se valorizar tanto a esfera profissional quanto a doméstica na avaliação da sobrecarga de trabalho sobre a saúde e a vida socio-familiar de enfermeiras. Ressalta-se a demanda por instrumentos de análise que levem em conta as cargas laborais totais que se impõem sobre populações femininas.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.