Seasonal Effects On Physical Activity Levels In Adults Living In Southern Brazil

Por: Ana Weigert Bressan, Luiz Antonio dos Anjos, Maria Teresa Anselmo Olinto, , Ruth Liane Henn e Sinara Laurini Rossato.

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.16 - n.1 - 2011

Send to Kindle


Resumo

Há pouca consistência na literatura sobre o efeito sazonal nos níveis de atividade física (NAF) na população. Realizou-se um estudo longitudinal para avaliar o efeito da sazonalidade nos NAFs em 120 adultos de uma região temperada do Sul do Brasil. A atividade física (AF) foi avaliada em dois períodos (verão e inverno) de 2007, com base na seção de AF no tempo de lazer e como forma de deslocamento do International Physical Activity Questionnaire (IPAQ). As medianas dos NAFs foram comparadas entre as duas estações usando Sign Test. Para comparar a proporção de ativos e inativos no verão e no inverno utilizou-se o McNemar Test. A mediana do NAF Total no tempo de lazer foi maior no verão do que no inverno (383,75 vs. 210 MET-min/sem) (p=0,02). A porcentagem de pessoas inativas no verão e no inverno foi, respectivamente, 37,5% e 49,2% (p=0,04). As pessoas com 9 a 11 anos de escolaridade e pertencentes à classe B foram as que sofreram maiores reduções nos NAFs do verão para o inverno. Nossos resultados apontam para a necessidade de planejamento e estratégias para promover AF regular, especialmente no inverno.

Endereço: http://www.sbafs.org.br/_artigos/429.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.