Segurança e Reprodutibilidade do Teste Timed Up And Go em Idosos Hospitalizados

Por: Bruno Prata Martinez, Carolina Santana de Oliveira, Isis Resende Ramos, Leonardo Pamponet Simões, Luiz Alberto Forgiari e Marilúcia Reis dos Santos.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.22 - n.5 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Testes físicos seguros e confiáveis são importantes para rastrear risco de queda em idosos, entretanto, não existem estudos que tenham avaliado a segurança e a confiabilidade do teste Timed Up and Go (TUG) em idosos hospitalizados. Objetivos: Avaliar a segurança e reprodutibilidade do TUG em idosos hospitalizados. Métodos: Trata-se de um estudo transversal no qual foram coletadas três aferições do TUG para cada idoso, sendo considerado o melhor desempenho em segundos (s). Outras variáveis coletadas foram função cognitiva (MEEM), índice de comorbidades de Charlson, perfil admissional (clínico ou cirúrgico), relato de quedas no último ano e IMC. Para avaliar a confiabilidade relativa utilizou-se o coeficiente de correlação intraclasse (CCI) e para a confiabilidade absoluta, a análise de Bland-Altman.

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbme/v22n5/1517-8692-rbme-22-05-00408.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.