Sentidos da Imagem Corporal de Adolescentes no Ensino Fundamental

Por: Evandro Silva Freire Coutinho, Maria Lídia de Abreu Silva e Stella Regina Taquette.

Revista de Saúde Pública - v.48 - n.3 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Estudo qualitativo conduzido com oito grupos focais com 96 estudantes no total, de ambos os sexos, do ensino fundamental de quatro escolas públicas no Rio de Janeiro, RJ, em 2013. Foi utilizado roteiro com questões sobre sentimentos dos adolescentes em relação a: corpo, padrão de beleza idealizado, prática de exercícios físicos e influência sociocultural sobre a autoimagem. Para análise dos dados, buscou-se compreender e interpretar os sentidos das narrativas e suas contradições, apreendendo o contexto, as razões dos sujeitos e a lógica interna do grupo.Foram identificadas três categorias temáticas. Influência da mídia na imagem corporal expressou a dificuldade de se alcançar um corpo perfeito e a desconfiança diante dos padrões de beleza difundidos; a importância do corpo saudável foi observada à medida que o padrão de beleza e boa aparência apresentaram-se intimamente ligados à boa condição física e decorrentes de um corpo saudável; a relação entre padrão de beleza e preconceito quanto às pessoas que não são consideradas atraentes por apresentarem pequenas imperfeições corporais, podendo ser discriminadas, rejeitadas e até mesmo excluídas do convívio social.O padrão de corpo perfeito propagado pela mídia influencia a autoimagem e, consequentemente, a autoestima dos adolescentes e é considerado objetivo inatingível por corresponder a padrão de beleza descrito como artificial e irreal. Entretanto, provoca grande sofrimento e discriminação naqueles que não se sentem atraentes, o que pode levar a problemas de saúde decorrentes da baixa autoestima.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102014000300438&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.