Sexualidade e Deficiência Mental: Concepção do Professor

Por: Lucena Dall Alba.

0 páginas. 1992

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho teve por objetivo investigar a concepção do professor sobre sexualidade e deficiência mental, através da análise de suas verbalizações. Para tanto foi definido um referencial teórico que contextualizou a sexualidade dentro de uma perspectiva histórica, econômica, social e cultural o qual subsidiou a análise de 10 entrevistas realizadas com profissionais que trabalhavam com deficientes mentais adultos, jovens e crianças que freqüentavam escolas de duas cidades de São Paulo e duas de Santa Catarina. Os resultados mostram que os professores encontram-se despreparados para tratar com o deficiente. Apresentam uma concepção de senso-comum quanto a deficiência e sexualidade. Além disso, as manifestações sexuais constituem-se em um drama para o professor e um problema que a instituição não sabe como resolver.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2024&listaDetalhes%5B%5D=2024&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.