Significados do Corpo e a Prática Desportiva em Três Grupos étnicos: Uma Abordagem Sociocultural.

Por: Ana Leão, Carmen Freyre, Clara Freitas, Danyla Moura, Jacqueline Maux e Thalita Melo.

X Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Introdução e objectivos: Atendendo a importância que o tema ima-gem corporal em adolescentes assume no panorama da investigação sociocultural, foram apresentadas algumas significações imaginárias sociais buscando descobrir o sentido da organiza-ção e da interação sociais. Não é possível entender grupos étnicos sem saber em que consistem os processos de organização e relações sociais. Portanto, este estudo procurou analisar histo-ricamente o corpo, enquanto categoria sociológica. Material e métodos:Trata-se de uma investigação descritiva, onde foram utilizados os instrumentos Body Image Satisfaction Questionnaire(Raust - Van Wright, 1989) e o QMAD (Serpa e Frias, 1990). Participaram 188 adolescentes mulheres (60 bran-cas, 60 negras e 68 índias), das cidades do Recife e Pesqueira, Pernambuco, Brasil. Principais resultados e conclusões:Da análise dos resultados foi possível inferir no que diz respeito a motivação para a prática desportiva: a) em escolares negras, os resultados confirmaram que os principais motivos relacionados às dimensões da apti-dão física e da alegria, foram divertimento manter a forma, aprender novas técnicas, fazer novas amizades e prazer na uti-lização das instalações e material esportivo; b) em escolares brancas, os índices mais elevados foram os relacionados às dimensões da aptidão física e da alegria - divertimento, manter a forma, aprender novas técnicas, fazer exercícios e estar em boa condição física; c) em escolares índias, sabe-se que na cultura indígena o trabalho corporal consiste num mecanismo de sobrevivência. No tocante ao grau de satisfação com a imagem corporal os resultados apresentados nas três etnias foram: a) em escolares negras, encontra-se elevado no que diz respeito aos olhos, aspecto geral da face, seios e ombros. Enquanto cabelo e barriga apresentam um baixo nível de satisfação; b) em escolares brancas, a satisfação com a imagem corporal encontra-se mais elevada em relação aos dentes e olhos, nível de energia, orelhas, pele e ombros; c) em escolares índias o grau de satisfação com a imagem corporal acha-se elevado em relação aos seios, olhos, coxas, postura, ancas, cintura e pele, quando se vê que esses índices são baixos nas outras etnias. Constatou-se que o nível de satisfação com a imagem corporal, nos três grupos étnicos, está acima da média, existindo, no entanto, algumas diferenças entre as raças. As adolescentes negras apresentaram um índice mais alto de satisfação, as bran-cas apresentaram índices abaixo da média, já nas índias o índi-ce de satisfação se encontra homogêneo. Os resultados aponta-ram que nos três grupos étnicos o que mais motivou as adoles-centes para a prática desportiva foi o divertimento (prazer/ale-gria), seguido de melhora na condição física (dimensão aptidão física). As dimensões que menos influenciaram na motivação para a prática foram as de liberação de energia e realização/sta-tus. Quaisquer que sejam as interpretações, pareceu evidente que o caráter festivo, no caso a prática esportiva, tende a conta-minar todas as manifestações da vida social ou seja o estar-junto da socialidade.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.