Significados das Práticas Corporais no Tratamento da Dependência Química

Por: Aparecida Paulina Pastor, Edna Regina Netto de Oliveira e .

Interface - Comunicação, Saúde, Educação - v.12 - n.24 - 2008

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar as representações sociais de mulheres dependentes químicas sobre a contribuição das práticas corporais em seu processo de recuperação e inserção na sociedade. Quatorze internas de uma instituição de tratamento foram entrevistadas e, também, observadas em relação à participação em um programa de práticas corporais, sistematizadas na forma de jogos e exercícios. As falas e práticas demonstraram contradições entre sensações, justificativas e perspectivas em relação ao uso de seus corpos. Com base nos resultados, se buscou compreender como as condições sociais de vida medeiam o modo pelo qual essas mulheres se organizam em benefício de sua saúde

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832008000100006

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.