Sindrome de Burnout no Esporte: a Visão de Tecnicos de Tenis de Campo

Por: .

2005 15/12/2005

Send to Kindle


Resumo

A síndrome de burnout, conhecida como síndrome do esgotamento físico, psíquico e emocional, acomete pessoas de diversas áreas profissionais. No esporte, é comum constatar tanto profissionais quanto atletas em esgotamento. A síndrome de burnout é o eixo central desta pesquisa realizada com técnicos de tênis de campo sobre sua percepção com atletas acometidos pela síndrome. Para o presente estudo adotou-se a tradução do termo burnout para esgotamento. O objetivo do estudo foi pesquisar as opiniões dos técnicos de tênis de campo, a respeito da síndrome de burnout em atletas infanto-juvenis e profissionais na referida modalidade. Utilizou-se como método a pesquisa qualitativa, optando pela análise de conteúdo para a categorização dos dados obtidos com os questionários. Para isso, foi elaborado um questionário com onze questões fechadas (caracterização dos sujeitos) e nove questões abertas. Trinta e quatro técnicos foram contatados e apenas dois deles não participaram do estudo. Após o contato prévio com os sujeitos, marcou-se um encontro para aplicação dos questionários. De posse dos questionários, após uma análise qualitativa, pode ser verificado que 81% dos técnicos já tiveram atletas que apresentaram sinais de esgotamento. Um outro dado obtido com as respostas foi que sinais fisiológicos para o esgotamento tiveram 96% das menções dos técnicos. Foram vinte e quatro menções para a categoria Treinos como precursores para a síndrome de burnout no tênis de campo. É importante que técnicos de tênis de campo conheçam o fenômeno da síndrome de burnout para que sejam capazes de orientar seus atletas, garantindo-lhes uma boa qualidade de vida em suas carreiras esportivas 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000376008&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.