Síndrome de Burnout: Um Estudo com Professores de Educação Física

Por: Edilene Cunha Sinott, , José Antonio Bicca Ribeiro e Mariângela Rosa Afonso.

Movimento - v.20 - n.2 - 2014

Send to Kindle


Resumo

A docência tem, como atributo, o contato direto e intenso com pessoas, característica favorável ao desenvolvimento da Síndrome de Burnout. Este estudo descritivo tem por objetivo verificar a presença dessa síndrome nos professores de Educação Física das escolas municipais da cidade de Pelotas/RS. Os dados revelam que 60,6% dos professores estavam com alta exaustão emocional; 22,3% com alta despersonalização; 34,0% com baixa realização profissional. Os índices sinalizam a presença da síndrome em 8,5% deles. Os resultados indicam a eminência da atenção dos gestores para a implementação e o cumprimento de políticas públicas na prevenção de doenças que acometem professores.

Endereço: http://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/43226

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.