Síndrome de Burnout: Um Estudo com Profissionais de Educação Física Atuantes em Academia

Por: Ana Carolina Gleden Poderoso, Jozias Fortunato, Marciano Parisoto e Rodrigo Poderoso de Souza.

Revista Magsul de Educação Física na Fronteira - v.3 - n.1 - 2018

Send to Kindle


.Resumo

Na atualidade estamos notando uma crescente expansão de novas doenças e síndromes se manifestando no ser humano e em especial em quem trabalha com o público. Desta forma o professor e nesse o caso o profissional de educação física é uma das profissões que é acometida com estas síndromes e doenças. Sendo assim o presente estudo tem por objetivo verificar se os profissionais de educação física de uma academia da cidade de Palmas PR apresentam sídrome de burnout e em qual grau está essa síndrome. A presente pesquisa caracteriza-se como um estudo survey e utilizou-se como instrumento de coleta dos dados um questionário de avaliação da Burnout adaptado de Chafic Jbeili (2017), aplicado com 21 professores de educação física atuantes em academia, este questionário trás um resultado quantitativo a respeito das respostas assinaladas. Justifica-se este estudo pelo fato de que em nossa região não se tem estudos nesta área com profissionais de educação física e desta forma podermos saber como anda a saúde psicológica de alguns de nossos profissionais. Desta maneira, concluiu que existe um grande percentual de profissionais em fase inicial da burnout e isso deve ser visto com muita atenção para os empresários que usufruem dos serviços destes profissionais.

Endereço: file:///C:/Users/Erica/AppData/Local/Temp/545-988-1-SM.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.