Sistema Especialista Para Análise de Cardiopatias Associadas à Prática de Esportes

Por: Barbara Bitencourt, Giselly Carvalho, Maria C V Pereira, Sabela Braga e Thaís C S Aguiar.

XV Congresso Brasileiro de Informática em Saúde - CBIS 2016

Send to Kindle


Resumo

As atividades físicas geralmente são relacionadas ao estado de saúde de um indivíduo, contudo ser um atleta em determinada modalidade de esporte depende da fisiologia do esforço de cada um. As alterações apresentadas no eletrocardiograma de um atleta refletem uma adaptação ao esforço muito mais que um evento patológico. A morte súbita associada à coronariopatia e a miocardiopatia hipertrófica em um atleta esta aliada à fibrilação ventricular miocardiopatia hipertrófica, anomalias congênitas, doenças coronárias, bradicardia e arritmia sinusal, extrasistolia atrial e ou ventricular isolada [1]. Definir se o indivíduo possui uma tendência a desenvolver uma dessas cardiopatias é essencial, para ser declarado apto a praticar determinado esporte. Nesse trabalho a detecção da existência ou não dessas cardiopatias foi realizada pela análise dos sinais do eletrocardiograma (ECG) por meio de redes neurais artificiais (RNA). A definição do tratamento adequado e do grau de esforço permitido foi tratada pela linguagem de programação Prolog.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.