Skate Para Meninas: Modos de Se Fazer Ver em Um Esporte em Construção.

Por: Márcia Luiza Machado Figueira.

247 páginas. 2008 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Fundamentada nos aporte teóricos dos Estudos Culturais, Feministas e de Gênero, particularmente na sua vertente pós-estruturalista e nos estudos de Michel Foucault, analiso, nesta investigação, os modos através dos quais as praticantes de skate constroem seus lugares de sujeito no universo deste esporte, bem como as representações de gênero que circulam em torno desta prática. Parto do entendimento de que as diferentes posições que os sujeitos ocupam na sociedade não são dadas à priori, mas negociadas, reorganizadas e construídas no interior de práticas sociais e de discursos que envolvem relações de poder. Para realizar essa análise, elegi como fontes de pesquisa diferentes materiais produzidos por skatistas mulheres tais como sites, blogs, revistas, comunidades virtuais, zines, encartes, reportagens e entrevistas além de documentos diversos que tematizam o skate no Brasil. Ao tomá""

Endereço: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/13203

Ver Arquivo (PDF)

Tags: , ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.