Sobre Masculinidades na Educação Física Escolar: Questões Teóricas, Horizontes Políticos

Por: e Miriam Soares Leite.

Práxis Educativa - v.2 - n.12 - 2017

Send to Kindle


Resumo

A partir do reconhecimento da urgência da tematização das questões de gênero e sexualidade, na abordagem da inclusão da diferença na Educação Física escolar pela pesquisa acadêmica, focalizamos, neste artigo a noção de masculinidade. Apresentamos e problematizamos a teoria da masculinidade hegemônica, de Raewyn Connell, assim como a perspectiva queer, referências teóricas identificadas em levantamento bibliográfico que também é exposto. Com base na proposta da desconstrução, de Jacques Derrida, e da noção de gênero performativo, conforme desenvolvida por Judith Butler, finalizamos a reflexão com a proposição dos operadores de pesquisa masculinidade normalizadora e masculinidade queer, no desejo teórico-político de favorecer a abertura a uma inclusão mais radical nas pesquisas e aulas da EFE.

Endereço: http://www.revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/8812

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.