Sobre o (des)equilíbrio Financeiro da Primeira Década do Sporting, Sociedade Desportiva de Futebol, Sad

Por: Margarida Boa Batista e Paulo de Andrade.

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto - v.9 - n.2 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Como noutros países, o futebol é indiscutivelmente a modalidade desportiva com mais adeptos em Portugal. Os bons resultados obtidos pela selecção nacional constituem motivode orgulho nacional e de sentimento de união. O objectivo deste artigo é dar uma maior visibilidade à parte mais oculta da gestão desportiva, a gestão económica e financeira dos clubes de futebol. A Sporting, SAD foi eleita para o presente estudo de caso. Os autores analisaram a evolução do equilíbrio financeiro da Sporting, SAD ao longo da primeira década da respectiva existência, utilizando a abordagem clássica dos rácios financeiros. Os dados recolhidos derivam dos documentos económico-financeiros e respectivos anexos publicados nos Relatórios e Contas da Sporting, SAD. Os resultados apurados evidenciam o desequilíbrio financeiro em que a organização viveu ao longo da primeira década da sua existência, só ultrapassado nas últimas três épocas, em muito propulsionado pelas decisões de engenharia financeira tomadas durante a época de 2004/05.

Endereço: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-05232009000200015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.