Sobrecarga em Cuidadores de Pessoas com Deficiência

Por: Bruna Cecim de Souza, Jaqueline Monique Marinho, Kathya Augusta Thomé Lopes, Larissa Cardoso, Larissa Ferreira, Minerva Leopoldina de Castro Amorim e Romina Karla da Silva Michiles.

11° Congresso Brasileiro de Atividade Motora Adaptada - CBAMA

Send to Kindle


Resumo

Trata-se de uma pesquisa descritiva, transversal, com abordagem quantitativa, cujo objetivo foi classificar a sobrecarga de cuidadores de pessoas com deficiência física e/ou intelectual atendidos pelo Programa de Atividades Motoras para Deficientes (PROAMDE). Utilizou-se a Escala Zarit Burden Interview, adaptada e validada no Brasil por Scazufca (2002) para avaliar e classificar a sobrecarga dos cuidadores. A escala possui 22 perguntas, cada uma apresenta escores que variam entre 0 e 5, quanto maior o resultado após a somatória de todas as questões, maior a sobrecarga do cuidador. Participaram da pesquisa 29 cuidadores (90% sexo feminino) com idade entre 30 e 70 anos. Os resultados mostraram que 52% dos cuidadores apresentam sobrecarga moderada a severa, revelando um quadro preocupante, pois esses cuidadores encontram-se suscetíveis a desgastes físicos e emocionais, o que poderá afetar negativamente na sua qualidade de vida.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.