Sobrepeso/obesidade em Adolescentes Escolares da Cidade de João Pessoa - Pb: Prevalência e Associação com Fatores Demográficos e Socioeconômicos

Por: .

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.14 - n.2 - 2008

Send to Kindle


Resumo

OBJETIVOS: O sobrepeso/obesidade na infância e adolescência tem sido considerado como um dos maiores problemas de saúde pública na atualidade, em função do rápido crescimento na sua prevalência e da associação com diversos problemas de saúde. Nesse sentido, o objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de sobrepeso/obesidade em adolescentes escolares do ensino médio da cidade de João Pessoa - PB, e analisar sua associação com fatores demográficos e socioeconômicos. MÉTODOS: Participaram do estudo 2.402 escolares do ensino médio (escolas públicas e privadas), de 14 a 18 anos (16,5±0,2). Além de informações demográficas (sexo e idade) e socioeconômicas (classe econômica, escolaridade dos pais), os escolares referiram o peso corporal (kg) e a estatura (cm). O sobrepeso/obesidade foi determinado pelo índice de massa corporal (IMC=peso[kg]/estatura[m2]) a partir dos critérios propostos pelo International Obesity Task Force. RESULTADOS: A prevalência de sobrepeso/obesidade foi 10%, mostrando-se mais elevada nos rapazes do que nas moças (13,5% vs 7,4%, razão de prevalência [RP]=1,82; IC95%=1,42-2,32) e dissociada da idade em ambos os sexos. Os resultados da análise multivariável evidenciaram maior probabilidade de sobrepeso/obesidade nos rapazes que pertenciam às classes econômicas mais elevadas (RP=2,75; IC95%=1,56-4,82). Por outro lado, a probabilidade de sobrepeso/obesidade foi menor nas moças cujos pais apresentavam maior nível de escolaridade (RP=0,42; IC95%=0,21-0,87). CONCLUSÕES: A prevalência de sobrepeso/obesidade nos adolescentes escolares de João Pessoa - PB foi similar a que tem sido observado em estudos nacionais. Os rapazes mais ricos e as moças pobres foram os subgrupos de maior chance de apresentar sobrepeso/obesidade. Nesse sentido, no desenvolvimento de ações intervencionistas, deve-se levar em consideração as diferenças na freqüência de sobrepeso/obesidade em função dos estratos demográficos e socioeconômicos.

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbme/v14n2/04.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.