Software de Aprendizagem e Controle Motor Para Avaliação de Indivíduos Hemiparéticos : Validade e Confiabilidade

Por: Viviane Pacheco Gonçalves.

2008

Send to Kindle


Resumo

Esta pesquisa é caracterizada como um estudo de campo de natureza descritiva com o intuito de validar o “software de aprendizagem e controle motor” desenvolvido por Andrade et al (2003), como instrumento para avaliação de habilidades motoras finas de membros superiores de indivíduos hemiparéticos. A amostra foi composta por 15 indivíduos com idade entre 45 e 75 anos, de ambos os sexos, com diagnóstico de hemiparesia decorrente de um acidente vascular cerebral (AVC), que estavam em tratamento na Clínica de Prevenção, Avaliação e Reabilitação Física do CEFID/UDESC e do Centro Catarinense de Reabilitação e que se enquadraram nos critérios de inclusão deste estudo. Para caracterização da amostra foi utilizada uma ficha com informações clínicas dos participantes. Além disso, para a coleta dos dados foram utilizados o Mini-mental para avaliação do status cognitivo, a escala visual numérica da dor (EVN) para avaliação e mensuração da intensidade da dor, o inventário de ansiedade estado, o Teste de Fugl-Meyer para classificação da severidade da hemiparesia. A avaliação do controle motor foi realizado utilizando o software de aprendizagem e controle motor, em teste e reteste, oferecendo informação quanto ao tempo de realização da tarefa e o erro referente à distância percorrida sobre uma linha pré estabelecida. Os dados foram tratados com estatística descritiva (média, mediana e desvio padrão) e inferencial (Alpha de Chronbach, correlação intraclasse e Teste de Kruskal-Wallis) com intervalo de confiança de 95%. A consistência interna em função do erro de execução da tarefa foi elevada nas 3 subtarefas dos teste com coeficientes α=0,854(subtarefa1), α=0,813 (subatarefa 2) e α=0,940 (subtarefa 3), no reteste foram encontrados α=0,845 (subtarefa1), α=0,799 (subtarefa2) e α=0,942 (subtarefa 3). Quanto ao tempo de execução da tarefa os índices de correlação foram elevados com α >0,90, sendo que os maiores índices foram obtidos na subtarefa 3 com α=0,981, no teste, e α=0,986, no reteste. Os índices de correlação intraclasse foram elevadas com r>0,90, tanto em função do tempo quanto ao erro na execução da tarefa motora. As maiores correlações foram observadas na subtarefa 2, com r=0,98 em função do erro e r=0,99 em função do tempo.Os elevados índices de correlação intraclasse e de consistência interna demonstram que este software oferece medida consistente e estável, apresentando, portanto indicadores satisfatórios de validade como medida de avaliação do controle motor de indivíduos hemiparéticos. Por isso, este instrumento pode ser considerado válido e confiável para avaliação do controle de habilidade motoras fina, discreta e fechada de indivíduos hemiparéticos, pois fornece parâmetros confiáveis para o processo de avaliação destes pacientes.

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.