Sonhos no (de)gelo: a Análise Fílmica na Perspectiva da Estética Lukacsiana

Por: Carlos Henrique Ferreira Magalhães, Deiva Mara Delfini Batista e Jeferson Diogo Garcia.

Motrivivência - v.26 - n.42 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Este artigo visa discutir, a partir do projeto de pesquisa das fontes áudio imagéticas , a análise do filme “Sonhos no gelo”, do diretor americano Tim Fywell (2005), a partir da estética Marxista proposta por Georg Lukács (1978). Desta forma, o estudo é de caráter qualitativo, por meio de uma sinopse interpretativa, trazendo as categorias da universalidade, singularidade e particularidade proposta pelo autor como base de reflexão e interpretação. Neste filme, tratamos a universalidade mais especificamente em relação à sociedade capitalista. Como singular, delimitamos o “ser patinadora”, ou seja, este processo de formação de uma atleta em uma sociedade onde o esporte competitivo é regido pela ética capitalista. Por conseguinte, trabalhamos o aspecto particular do contexto do filme entendendo como o esporte competitivo regido pela ética capitalista determina a história da personagem principal do mesmo. Assim, nossa intenção com a analise deste filme é promover subsídios para o professor refletir, de forma contextualizada a questão do esporte, da escola, da relação professor/técnico/aluno/conhecimento em uma sociedade regida pelo capital.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2014v26n42p161

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.