Subjetividade e Experiência do Corpo na Biodança

Por: Alice Casanova dos Reis.

Estudos e Pesquisas em Psicologia - v.13 - n.3 - 2013

Send to Kindle


Resumo

A Biodança é um sistema terapêutico criado pelo psicólogo chileno Rolando Toro, baseada em vivências realizadas em grupo, mediadas pela música e pela dança. O presente trabalho, desenvolvido na área da Psicologia Social, tem como objetivo refletir sobre a experiência do corpo na Biodança e suas relações com a subjetividade, a partir dos sentidos atribuídos a essa atividade entre participantes de um grupo regular de Biodança. A investigação foi pautada na fenomenologia merleau-pontyana, buscando-se apreender os sentidos do vivido mediante a observação participante no grupo e entrevista com cada um dos seus integrantes. Os resultados mostram que a Biodança possibilita uma experiência de metamorfoses do corpo, cujos movimentos o "transformam" em: pássaro, música, flor, barro, escultura, água, onda. Analisa-se que estes aspectos relacionam-se a transformações da subjetividade, uma vez que configuram novos modos de objetivação e subjetivação, possibilitando aos sujeitos a vivência de novos modos de ser e dando abertura ao seu processo de (re)criação existencial.


 

Endereço: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revispsi/article/view/8608

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.