Taekwondo e Uma Transição: Arte Marcial ou Esporte? Construções Acerca de Seu Processo de Inserção nos Jogos Olímpicos

Por: Dagmar Hunger, Thiago Farias da Fonseca Pimenta e .

IX Congresso Brasileiro de História do Esporte, Lazer e Educação Física CHELEF

Send to Kindle


Resumo

As artes marciais, dotadas de princípios, normas, valores e história peculiares, constituem-se hoje como uma alternativa de prática corporal e como esportes de alto nível. Também correspondem às exigências de um público cada vez mais exigente em termos de estética corporal. O avanço tecnológico, aliado a um processo de secularização dos valores orientais das artes marciais (com destaque as artes marciais dos povos do extremo oriente), fizeram com que essas, fundamentadas em técnicas específicas e em uma filosofia própria deixassem de ser praticadas com fins bélicos, para constituirem-se em um esporte ou, em uma alternativa de atividade física. Neste cenário, é possível evidenciar o Taekwondo como detentor de duas características distintas: as características filosóficas, sintetizadas em seus cinco espíritos: 1) cortesia, 2) integridade, 3) perseverança, 4) domínio sobre si mesmo e 5) espírito indomável – adaptados de princípios milenares que regiam artes marciais ancestrais ao Taekwondo - e sua característica como esporte de competição, que objetiva o treinamento desportivo para competição, preocupação com a performance e recompensas extrínsecas. A presente pesquisa objetivou reinterpretar seus valores constitutivos de esporte x seus princípios filosóficos, discutindo-se sobre uma possível ruptura entre essas características e, por sua vez, relacionar a importância de sua recente inserção no contexto dos jogos olímpicos. No aprofundamento da análise sobre as características constitucionais do esporte moderno e sua relevância no contexto social, utilizou-se o referencial teórico do sociólogo Pierre Bourdieu (1983 - 1990) que atentando para o conceito de “campo” procura identificar mecanismos de reprodução social, rompendo com a análise acrítica de um fenômeno cada vez mais presente no cotidiano: o esporte. À luz de sua teoria, pretendeu-se apontar relações com o objeto de estudo: o Taekwondo. Devido à escassez de material bibliográfico de natureza acadêmica - científica referente à compreensão das transformações de ordem social desta arte marcial, empregou-se a técnica de entrevista semi-estruturada com 06 mestres de Taekwondo da Federação WTF (World Taekwondo Federation), representantes e testemunhas do processo histórico e configuracional desta arte marcial no país. Eles atuam nas cidades de São Paulo (Academia Liberdade), Santos (Academia Fábio Goulart), Bauru (Associação Luso Brasileira) e São José do Rio Preto (Associação Rio-Pretense de Taekwondo).

Endereço: http://cev.org.br/biblioteca/anais-do-ix-congresso-brasileiro-de-historia-do-esporte-lazer-e-educacao-fisica-chelef

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.