Técnica do Estilo de Peito

Por: Renato Eduardo Coutinho.

Boletim Técnico Informativo - n.7 - 1969

Send to Kindle


Resumo

Para diversos eruditos na história do esporte, a técnica do estilo "peito clássico" é a do homem nadador.

Um "peito", menos rudimental, é para muitos, entre êles o famoso exrecorde mundial J. Cartonnet, a natação natural do homem.

Quanto a nós e no que respeita ao presente estudo, a importância do "peito" reside em que é um dos quatro estilos atuais de competição. Neste aspecto, só temos de considerar que, de todos os estilos é o mais antigo e o único que subsiste dos utilizados na época heróica de nosso esporte, depois da restauração dos Jogos Olímpicos. De tôda forma, desde aquêle tempo até hoje, o "peito clássico", tem experimentado uma notável evolução técnica. Em tal sentido, sua execução responde aos princípios gerais que regem hoje tôdas as formas ou expressões desportivas. Hoje, para o "peito", da antigüidade, não lhe resta senão sua origem; a técnica do nado de peito moderno é tão racional como a do "crawl" ou do estilo "golfinho". Estuda-la-emos sob os seguintes aspectos:

Posição do corpo, Movimento das pernas, Movimento dos braços, Respiração e coordenação desta com a ação de pernas e braços, Saídas, Viradas e Chegadas. 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.