Técnicas O-goshi e Morote-seoi-nague e Seus Efeitos na Melhoria da Flexibilidade de Crianças Judocas

Por: Adalberto Rigueira Viana, Carlos Augusto Costa Cabral e José Carlos de Paula.

Kinesis - 1984

Send to Kindle


Resumo

O objetivo desta pesquisa experimental foi verificar se as técnicas O-GOSHi e MOROTE-SEOI-NAGUE poderiam promover melhores índices de flexibilidade em crianças judocas. foram utilizada como sujeitos, trinta e seis crianças do sexo masculino na faixa de. 10 a 13 anos de idade., sendo, vinte, e quatro da escolinha de do judô do departamento de Educação física da Universidade  federal de Viçosa-MG. , e doze da Escola Estadual Dr. Raimundo Alves Torres divididos em três grupos de doze sujeitos cada, dois experimentais e um grupo de controle. Para coleta dos índices de flexibilidade utilizou-se o testes de sentar e alcançar de WELLS & D1LL0U ( 1952) no pré e pós-teste, sendo o período experimental de sete semana com  quatorze sessões de cinqüenta minutos (duas vezes/semana). Na analise de variáveis encontrou-se diferença significativa entre as medidas dos grupos (p < 0,01) z, para saber em qual grupo realmente havia diferença, foi aplicado o teste de Tukey. Chegou-se a conclusão que: a)- entre as médias dos grupos experimentais A e B não houve diferença significativa (p < 0,05); b]- houve diferença significativa entre ai medias do grupo experimental B e grupo de controle C; c)- não houve diferença significativa entre as médias do grupo experimental A e grupo de controle C (p < 0,05).

Endereço: https://periodicos.ufsm.br/kinesis/article/view/10347

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.