Tecnologias: as Aplicações e o Desenvolvimento na Modalidade Voleibol

Por: A. B. S. Serapião e J. Calixto.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

O voleibol é uma das modalidades esportivas que mais se popularizou no Brasil. Em 1981, a FIVB (Federação Internacional de Voleibol) realizou um simpósio especificamente para difundir a utilização das análises de desempenho das ações de jogo, inserindo o voleibol no mundo da informática. Atualmente, as grandes equipes de voleibol são assessoradas por profissionais altamente preparados e especializados e empregam cada vez mais recursos tecnológicos para melhor rendimento dos atletas e das equipes, bem como para auxílio de árbitros e comissão técnica nas decisões de jogo. Assim, nesse trabalho, discorreremos sobre o uso e o desenvolvimento dos recursos tecnológicos existentes no voleibol com o objetivo de mostrar as ferramentas, tecnologias e seu acesso para a tomada de decisão dos árbitros, comissão técnica e para o púbico que acompanha a modalidade. A estatística é altamente importante e rica fonte de informação para preparação de atletas e equipes antes, durante e depois de um treino, jogo ou campeonato. É através da análise do jogo que tentamos identificar e compreender os princípios estruturais do jogo, os critérios de eficácia de rendimento individual e coletivo e a adequação dos modelos de preparação. Devido a evolução das equipes e os diversos sistemas de jogo, observaram a necessidade de criação de uma análise sendo de observação e de avaliação, usando métodos como avaliação subjetiva, filmagem ou análise estatística da partida. Este trabalho pretende demonstrar ferramentas tecnológicas baseadas em análises estatísticas na modalidade voleibol, bem como sua forma de utilização em análises técnicas e táticas. Com extrema importância, o scout obtém informações da equipe adversária, como, também, conclui dados dos próprios atletas de sua equipe. Os sistemas foram se aperfeiçoando e a partir dos Jogos Olímpicos de 1984 com a utilização de elementos estatísticos e inovações tecnológicas, inicia-se um novo monitoramento tendo a informática como forte aliado. Dentre essas, outras novas tecnologias estão cada, vez mais presentes nos esportes nas mais diversas modalidades como nas modalidades de Tênis e Futebol onde esses recursos tecnológicos são bastante utilizados para a certificação de bola "dentro" ou "fora" ou validação de um gol, quando surge uma dúvida por parte do atleta ou da arbitragem. Estatísticas de quanto, onde, ou a área onde ele tem mais deslocamentos e até mesmo onde a bola de Tênis tem mais contato com a quadra, servem de parâmetros para definições técnicas e táticas dentro do jogo. Essas informações têm funções e análises diversificadas alternando com o objetivo de cada equipe e de cada software utilizado para essas análises o que torna dinâmico e imprescindível os estudos sobre essa temática.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.