Telejornalismo e Mito: da Vitória Antecipada Ao Fracasso dos Heróis Brasileiros na Copa do Mundo Pela Narrativa do Jornal Nacional

Por: Greetchen Ferreira Ihitz.

195 páginas. 2016 29/03/2016

Send to Kindle


Resumo

Esta dissertação tem como tema a Copa do Mundo de Futebol na televisão aberta brasileira. O objetivo geral é investigar como o Jornal Nacional constrói o mito do herói nas narrativas sobre os jogadores da Seleção Brasileira de Futebol antes da Copa do Mundo de 2014 e, a partir do momento que os jogadores e os resultados não inspiram confiança, verificar qual é a estratégia utilizada pelo telejornal para não se comprometer em relação à audiência. Integram o corpus desta pesquisa a Série Seleção, exibida antes do megaevento esportivo, e matérias veiculadas durante o Mundial de Futebol. O material foi investigado a partir da Análise de Conteúdo sistematizada por Bardin (2011). Com base nas reportagens analisadas fica evidente que o Jornal Nacional produz um discurso que constrói o herói antes da Copa do Mundo a fim de vender o produto no qual está calcada uma grande cobertura midiática. A Seleção Brasileira é apresentada como vencedora, mesmo antes da competição iniciar. Mas, quando o desempenho não é o mesmo que foi prometido nas histórias das façanhas heroicas dos atletas, a desconstrução dos personagens ganha força pelo uso do estereótipo negativo. Na fundamentação teórica deste estudo foram utilizados, entre outros, os conceitos de Campbell (1990, 2005), Eliade (1989, 2006), Jung (1977), Durand (1997), Morin (1989, 1997), Ferrés (1998), DaMatta (2006), Alsina (2009), Wolton (2006), Motta (2013) e Coutinho (2012).

 

Endereço: http://hdl.handle.net/10183/135490

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.