Telômeros: Estrutura, Função e Relação com o Exercício Físico

Por: Herbert Gustavo Simões e Laila Candida de Jesus Lima.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.22 - n.4 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Telômeros são estruturas localizadas nas extremidades dos cromossomos lineares, cujo encurtamento ocorrido a cada mitose pode resultar em senescência celular. Estudos sugerem uma relação entre o aumento na população de células senescentes em tecidos específicos e fenótipos do envelhecimento, como doenças cardiovasculares e metabólicas. Em alguns tecidos, a enzima telomerase é capaz de contrapor o encurtamento dos telômeros. Estes exercem ainda papel de proteção celular, evitando a instabilidade genética. Para isto, os telômeros contam com um complexo denominado ‘shelterin’, formado por seis proteínas que se ligam ao DNA telomérico. Evidências apontam para uma associação entre o exercício físico regular e o maior comprimento dos telômeros, bem como maior expressão gênica e conteúdo de proteínas do shelterin em diversos tecidos. Isto sugere um efeito “telo-protetor” do exercício físico, que pode ser influenciado, entre outros fatores, pelos níveis de estresse oxidativo. Esta relação entre exercício físico e dinâmica dos telômeros foi revisada no presente estudo. Para isto, foi feita uma busca de artigos em língua inglesa disponíveis na base de dados MEDLINE adotando os seguintes indexadores em diferentes combinações: telomeres, telomere length, telomerase, shelterin, oxidative stress, physical exercise e physical activity.

Endereço: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v22n4p185-201

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.