Tempo Livre: Entendimentos Enunciados Por Participantes de Mestrados Latino-americanos em Lazer e Recreación

Por: e .

Movimento - v.20 - n.2 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Este artigo integra uma pesquisa mais abrangente e objetiva analisar os entendimentos de tempo livre de professores, profissionais e estudantes vinculados a cinco programas de mestrado em Lazer/Tempo Livre/Recreação desenvolvidos em quatro países latino-americanos: Brasil, Costa Rica, Equador e México. O texto busca, também, identificar e discutir os fundamentos utilizados pelos entrevistados para embasar seus entendimentos. A metodologia contempla uma pesquisa bibliográfica e entrevistas realizadas com 25 voluntários vinculados às cinco instituições estudadas. Os resultados evidenciaram que o chamado tempo livre, e também as compreensões de lazer e de recreação muitas vezes a ele associado, geralmente configuram-se como esferas contrárias ao trabalho. Embora não tenha sido unânime, prevaleceu a compreensão de tempo livre como aquele que resta após serem cumpridas as atividades profissionais, obrigações e outros compromissos, representando um tempo liberado para fazer o que se gosta e se deseja. Alguns entrevistados explicitaram sua opção por não utilizar o conceito de tempo livre, salientando as contradições que permeiam essa expressão.

Endereço: http://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/42866

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.