Tempo de Reação Simples de Jogadores de Futebol de Diferentes Categorias e Posições

Por: A. Haupenthal, C. Ruschel, H. B. Fontana, M. Hubert e S. A. M. Pereira.

Motricidade - v.7 - n.4 - 2011

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve como objetivo analisar o tempo de reação simples (visual e auditivo) de jogares de futebol de diferentes categorias e posições. A amostra foi composta por 49 jogadores de futebol do sexo masculino, de diferentes categorias (amador e profissional) e posições (goleiro, zagueiro, lateral, volante, meio-campo e atacante). Para a coleta de dados utilizou-se um sistema composto por um interruptor, um dispositivo para emissão do estímulo visual ou sonoro e um software de aquisição. Para análise dos dados utilizou-se a estatística descritiva e inferencial (p < .05). Na comparação entre as categorias, não houve diferença para o tempo de reação visual (TRV), enquanto os profissionais apresentaram tempos de reação auditiva (TRA) significativamente menores do que os amadores. Quanto às posições em campo, os goleiros apresentaram valores de TRV significativamente menores do que os meio-campistas, e não houve diferença para o TRA. Acredita-se que as principais diferenças entre jogadores de diferentes categorias e de diferentes posições estejam relacionadas a estratégias mais complexas de captação e utilização da informação visual em situações específicas da modalidade. Quanto ao TRA, a reação a estímulos auditivos pode não ser tão importante no desempenho no futebol, que é composto de estímulos predominantemente visuais. 

Endereço: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1646-107X2011000400008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.