Tendências Evolutivas do Jogo de Andebol Estudo Centrado na Análise da Performance Táctica de Equipas Finalistas em Campeonatos do Mundo e Jogos Olímpicos

Por: .

231 páginas. 2004 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Este estudo tem por objectivo principal configurar as tendências do jogo de Andebol com base na análise da performance táctica ofensiva e defensiva de equipas finalistas dos Campeonatos do Mundo e Jogos Olímpicos. Foram analisadas acções de jogo de 11 partidas (n= 1090) finais de Jogos Olímpicos e Campeonatos do Mundo. As variáveis foram alvo de uma análise descritiva; ANOVA; Análise Factorial; K-means Cluster analysis e Teste de Associação Qui-quadrado. Os resultados demonstraram que: o escore da Eficácia do Ataque Organizado dos vencedores foi significativamente mais alto do que o escore da Eficácia do Ataque Organizado das equipas vencidas; por uma "tendência de significância", os indicadores Eficácia Ofensiva, Eficácia Ofensiva em Superioridade Numérica e Eficácia Defensiva podem também pertencer ao grupo dos indicadores que diferenciam as equipas vencedoras das vencidas; a criação de 7 factores explicou 76% da variância. Os factores são: Modelo ofensiva p/ longa e média distância, Modelo ofensivo p/ curta distância, Modelo de contra-ataque, Modelo defensivo: defesa fechada, Modelo defensivo: defesa aberta, Tempo de ataque entre 0 e 10 segundos e Modelo de ataque rápido. A K-means cluster analysis mostrou que as equipas podem ser agrupadas em 3 grupos. O 1o  grupo (n = 7) está caracterizado por sistemas ofensivos p/ longa e média distância e defesas fechadas. O 2o  grupo (n = 11) está caracterizado principalmente, por Modelo ofensivo p/ curta distância. Finalmente, o 3o grupo (n= 4) está caracterizado por Modelos ofensivos p/ contra-ataque, defesas abertas, e de ataque rápido. Desta forma, é possível concluir que: quando associados, os indicadores relativos ao jogo defensivo alcançam níveis mais elevados em relação aos indicadores relativos ao jogo ofensivo; tem se verificado um aumento significativo nos níveis de eficácia dos indicadores relacionados com a recuperação da posse da bola sem golo sofrido; as equipas em geral, tendem a utilizar dois sistemas defensivos por jogo, geralmente, do tipo por zona e fechado; os elevados níveis de perda da posse da bola por falhas técnico-tácticas estão directamente associados à forma agressiva e pressionante do jogo defensivo individual e colectivo; o lote de indicadores que de forma hierarquizada, melhor traduz o sucesso no jogo de Andebol está formado por: Eficácia do Ataque Organizado; Eficácia Ofensiva; Eficácia Ofensiva em Superioridade Numérica e a Eficácia Defensiva; o lote de indicadores que melhor descreve a organização táctica ofensiva e defensiva do jogo de Andebol está formado por: ataque organizado, ataque rápido, perda da posse da bola por golo marcado, meio táctico individual remate espontâneo, meio táctico colectivo cruzamento, origem do processo ofensivo por reposição do guarda-redes e defesa em inferioridade numérica. 

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.