Tendências no Uso de Antidepressivos Entre Idosos Mais Velhos: Projeto Bambuí

Por: Antônio Ignácio de Loyola Filho, érico Castro-costa, Josélia Oliveira Araújo Firmo e Sérgio Viana Peixoto.

Revista de Saúde Pública - v.48 - n.6 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Analisar a tendência e os fatores associados ao uso de antidepressivos por idosos mais velhos.Estudo de base populacional com idosos integrantes da linha base (n = 351, em 1997) e dos sobreviventes no 15º seguimento (n = 462, em 2012) da coorte idosa de Bambuí. Estimou-se a prevalência do consumo de antidepressivos e foram identificados os antidepressivos mais consumidos em cada ano. Razões de prevalência com intervalos de confiança de 95% foram estimadas por meio da regressão de Poisson, com variância robusta, na investigação de diferenças de prevalência no uso do medicamento entre os dois anos.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0034-89102014000600857&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.