Tenistas Top 100 – Um Estudo Sobre as Idades de Passagens Pelos Diferentes Marcos da Carreira Desportiva

Por: , , Juan Pedro Fuentes Garcia e Manuel João Coelho e Silva.

Pensar a Prática - v.16 - n.3 - 2013

Send to Kindle


Resumo

Introdução O tênis é um dos desportos mais praticados em todo mundo. Segundo dados apresentados pela International Tennis Federation (ITF) estima­se que mais de 60 milhões de pessoas praticam esta modalidade, nos mais de 200 países filiados a esta instituição (PLUIM et al., 2006). O reconhecimento social e as elevadas remunerações recebidas pelos tenistas de destaque, têm elevado o número de atletas aspirantes a seguirem uma carreira profissional nesta modalidade. No entanto, o aparecimento de atletas considerados talentosos no desporto é algo difícil de ocorrer. Por exemplo, na natação, Fernandes Filho e Carvalho (1999) relatam que nos países de destaque mundial, a cada 5000 a 6000 crianças que se iniciam neste desporto, oito a 10 Resumo O presente trabalho procurou analisar o percurso desportivo dos tenistas que integraram o Top 100 do ranking ATP, observando­se as idades em que os mesmos ultrapassaram os diferentes marcos da carreira desportiva. Neste sentido, foram produzidas estatísticas de tendência central e de dispersão sobre as variáveis selecionadas. Complementarmente, os tenistas foram divididos em três grupos com diferentes níveis de desempenho máximo e seus resultados foram comparados através da ANOVA. Os resultados demonstraram que os tenistas iniciam a prática do tênis aos seis anos de idade, levando em média 15 anos para atingirem o Top 100 do ranking ATP.

Endereço: http://www.revistas.ufg.br/index.php/fef/article/view/9653

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.