Tessituras da Cultura Corporal em Uma Escola Indígena do Alto Rio Negro no Estado do Amazonas

Por: Jhones Rodrigues Pereira.

135 páginas. 2013 24/09/2013

Send to Kindle


Resumo

  Este trabalho teve o seguinte objetivo geral: analisar como a Cultura Corporal se mostra nas aulas de Educação Física da escola indígena de Ensino Fundamental e no cotidiano comunitário, na comunidade Ilha de Duraka-Camanaus / São Gabriel da Cachoeira/Amazonas. Os objetivos específicos foram: analisar a Cultura Corporal nas aulas de Educação Física; descrever como ocorrem influências culturais manifestas na (re) criação de modalidades esportivas na comunidade Ilha de Duraka-Camanaus. Foram analisados aspectos ligados ao fazer diário com o corpo no modo de vida cotidiano dos Povos Indígenas: a caça, a pesca, a plantação e a colheita, as danças, a confecção de farinha, de artesanato, as pinturas corporais, os mitos e histórias cotidianas, as brincadeiras, as atividades pedagógicas, tecendo uma relação com a Cultura Corporal praticada nas aulas regulares da Escola Municipal Indígena Marechal Dutra, especialmente nas aulas de Educação Física. Como referencial teórico, foram utilizados Geertz (1989) e Malinowski (1975), Laraia (2011) e Weigel (2000), nas abordagens sobre a cultura; Mauss (2003), Daolio (2005), Soares (2010), Grando (2005, 2010), Vinha (1999, 2005) Rocha Ferreira (1999, 2005) e Fassheber (2006), nas questões referentes à Cultura Corporal em diversos contextos. Trata-se de uma pesquisa de campo que pode ser caracterizada também como observacional não intervencionista, com uma abordagem qualitativa descritiva. Para a coleta de dados foram utilizados o caderno de campo e a entrevista semi-estruturada, das quais participaram vinte e cinco pessoas indígenas da comunidade, sendo estas: professores indígenas, pais indígenas e lideranças indígenas. Foi importante (re) descobrir, junto à comunidade indígena, as formas de aplicabilidade pedagógica de significados culturais de atividades corporais jogos, brincadeiras, danças, festas, enfim das práticas corporais, como forma de valorizar e incentivar a preservação de saberes milenares da Cultura Corporal dos Povos Indígenas.

Endereço: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3191

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.