Teste de Banco com Carga Continua Para Analise do Volume de Oxigenio (vo2) Predito e Analisado Por Tempo de Esforço em Pessoas Treinadas (trd), Ativas (atv) e Destreinadas (dtr) a Partir dos 13 Anos: Proposta de Validação

Por: .

372 páginas. 2001 27/04/2001

Send to Kindle


Resumo

o objetivo deste estudo foi determinar o V02máx (ml/kg/min.), por método indireto e classificar o grau de aptidão aeróbia no teste de subida e descida do banco com carga contínua, a partir dos valores encontrados no tubo de ventilação analisado diretamente no Aerosport Teem 100. Metodologia: a pesquisa de caráter transversal, não-probabilístico, analítico, com dados primários, experimental, envolveu amostra de pessoas do sexo masculino e feminino idade 13 a 69 anos (N = 167) treinadas (TRD n = 37), ativas (ATV n = 24) e destreinadas (DTR n = 106) sob os critérios do Colégio Americano de Medicina Esportiva (ACSM, 1994), Fórum Quebéc (1995), mediu as variáveis do analisador direto utilizando o banco graduado para subir e descer. O plano analítico utilizou estatística descritiva de máximo, mínimo, média, separatrizes, erro padrão da média e desvio padrão. As inferenciais foram correlação "r" de Pearson e teste "t" de Student, teste de Wilcoxon, análise de variância Anova, análise de regressão múltipla, qualidade de medidas, índice de percentagem de tolerância na verificação da validade, reprodutibilidade, objetividade, fidedignidade do teste, tabelas e gráficos. Utilizou-se a planilha Excel 7.0, pacote estatístico SPSS e Word 2000. Resultados: A equação indireta para predição do volume de oxigênio por quilo de peso minuto (V02ml /kg/min), construiu-se a partir das variáveis tempo de esforço (TE) em segundos, idade (ID) em anos, estatura (EST) em cm, massa corporal (MC) em kg, freqüência cardíaca (FC) por bpm e Altura do banco (AB) em cm. Distribuiu-se pelo tempo de 60s a 360s conforme grau de aptidão física. A Troca Gasosa (QR) no grupo de MDTR foi de 0,92, no MATV foi de 0,96 e no MTRD de 0,94 com valores máximos de 1,04 a 1,09 respectivamente, e FDTR (0,96) máximo de 1,03, FATV (0,90) máximo de 1,13; as equações de regressão linear em todos os tempos exibiram valores de R2 acima de 0,900 para subidas e descidas e degraus de 29 a 40 subidas/minuto; para o V02máx. real do grupo MDTR ficou entre 27,69 a 31 ,78ml/kg/min e o predito de 27,67 a 32,46ml/kg/min e o grupo FDTR real 23,51 a 27,13ml/kg/min e o predito de 23,67 a 28,17mllkg/min; MATV real 43,10 a 50,31ml/kg/min e o predito de 43,31 a 48,68ml/kg/min e o grupo FATV o real de 26,40 a 31,91 ml/kg/min e o predito de 25,39 a 31 ,85mllkg/min; MTRD o real foi de 43,80 a 57,41ml/kg/min e o predito de 47,75 a 52,94ml/kg/min.; a validação externa por classificação do V02 ml/kg/min o teste de Wilcoxon apontou significância p<0,05% para os grupos; a reprodutibilidade e fidedignidade do teste de alpha de Cromback apresentou 0,9998; a repetibilidade e reprodutibilidade foi avaliada pelo índice percentagem de tolerância que para os avaliadores A, B e C foram respectivamente 4,82, 5,60 e 4,65, todos abaixo de 10%, o que pode ser considerado apropriado. Conclusões: 1) De acordo com o tempo e o tipo de esforço, ritmo imposto pelo metrônomo e o incremento contínuo, o teste de subida e descida de degraus utilizando o protocolo de Cirilo (Sousa, 1997) que faz adequação da altura do banco à estatura do indivíduo, pode fornecer parâmetros de V02máx mllkg/min como índice de avaliação da capacidade aeróbia dos indivíduos; 2) A altura do banco ajustada para a estatura dos indivíduos favorece a eficiência mecânica de subida e descida do banco apresentando valores mais próximos da condição aeróbia de cada indivíduo desta amostra; 3) E possível aplicar método indireto de predição do V02máx. correspondente ao grau de aptidão física e o tempo. fixo do teste, envolvendo variáveis do tipo: idade, estatura, freqüência cardíaca, massa corporal e altura do banco por estágio quando adequado à estatura do indivíduo em treinados, ativos e destreinados; 4) É possível reutilizar o ergômetro banco para avaliação direta da capacidade aeróbia do indivíduo através de analisador de gases Teem 100, bem como estimar por equação indireta, utilizando o índice de V02máx classificando em tabelas que individualizam a condição do avaliado em Muito Fraco, Fraco, Regular, Bom, Muito Bom e Excelente;5) háodiferençassignificativas entre valores de V02 em relação ao estimado por equação encontrada na conversão da equação de regressão, a partir de dados medidos e analisados diretamente no sistema de análise direta de gases TEEM 100; 6) A troca gasosa - quociente respiratório aumenta proporcionalmente ao tempo de esforço limitando a continuação do teste.

Endereço: http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/275375

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.