Testes de Normalidade em Análises Estatísticas: Uma Orientação Para Praticantes em Ciências da Saúde e Atividade Física

Por: Dahan da Cunha Nascimento, , Jonato Prestes e Ramires Alsamir Tibana.

Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte - v.14 - n.2 - 2015

Send to Kindle


Resumo

Aprender a aplicar as análises estatísticas em resultados de estudos experimentais leva tempo, maturidade e erros com o processo. Todavia, o entendimento da estatística para seus praticantes pode ser um processo duradouro e até mesmo amedrontador. Grande parte do temor associado envolve o entendimento de que a estatística está perdida em meio às fórmulas matemáticas. No entanto, o desentendimento sobre os propósitos e aplicações das análises estatísticas geram falhas que regularmente são encontradas nas análises de estudos publicados. Ademais, devemos considerar que previsões inadequadas devido ao uso inapropriado dessas análises comprometem negativamente a aplicabilidade clínica e prática dos resultados. Devemos indagar por que profissionais nas áreas das ciências da saúde e atividade física precisam saber estatística, o quanto sabemos, o quanto precisamos e como adquirimos conhecimentos estatísticos. Por isso, o objetivo deste estudo é de contribuir com os praticantes em estatística nas áreas de ciências da saúde e atividade física para a compreensão das limitações de técnicas estatísticas com ênfase nos testes de normalidade comumente utilizados. Além disso, entender suas desvantagens, quando utilizá-los e promover a reflexão sobre o uso cuidadoso, dever social, profissional e ético de praticantes em estatística envolvidos em análises de dados nas áreas de ciências da saúde e atividade física.

Endereço: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/view/6583

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.