Testes Empíricos a Formulações Desenvolvimentistas: Um Estudo Centrado na Modelação da Estrutura de Covariância

Por: Albretch Claessebs, Gaston Beunen, Johan Lefevre e José Antônio Ribeiro Maia.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.12 - n.2 - 1998

Send to Kindle


Resumo

Esse estudo pretende ilustrar diferentes possibilidades de análise de dados longitudinais
associados à noção de desenvolvimento. Partindo da metodologia de análise de estruturas de covariância, são
apresentendos três modelos de alcance interpretativo distinto para testar a noção de desenvolvimento no
contexto de um componente da aptidão física - a flexibilidade. Os modelos são o quasi-simplex autoregressivo,
o de Wiener e o das curvas de crescimento latente. Lançado o problema, apresenta-se a estrutura
de cada modelo e o seu alcance. Os dados são analisados e interpretados no contexto de diferentes hipóteses
desenvolvimentistas. Finalmente, é realçada a necessidade de modelação quantitativa do processo de
desenvolvimento de cunho longitudinal no domínio motor. Esta pesquisa deve contemplar a idéia mestra da
presença de testes alternativos a hipóteses competitivas para a mesma estrutura dos dados. O ganho
substantivo será enorme.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/v12%20n2%20artigo6.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.