The Comparison Of Flexibility Among Sedentary Old Women And Sport Practicing Ones

Por: Audrey S. Alves, , e Márcio de R. Baptista.
Send to Kindle


Resumo

A presente pesquisa sobre a flexibilidade em idosas teve como objetivo comparar os níveis desta qualidade física em idosas praticantes de várias atividades físicas e idosas sedentárias. A amostra foi compostas por 75 idosas entre 58 e 70 anos de idade com `C = 64,60 ± 5,1 anos, participantes de hidroginástica, caminhada, yoga e ginástica para terceira idade, assíduas há pelo menos três meses em cada atividade, com freqüência mínima de 3 dias/semana, em academias e praças no município do Rio de Janeiro. Foi aplicado o Teste de sentar e alcançar de Rikli & Jones (1999), adaptado por Matsudo (2000).  Os resultados apresentados foram satisfatórios, ou seja, todos os escores obtidos ficaram acima da média do teste de Sentar e Alcançar; dentre as atividades, o Yoga foi a que apresentou o melhor índice, já a caminhada apresentou o menor índice de flexibilidade, porém, se manteve acima da média de referência. Isto demonstra que as atividades físicas sistematizadas, que englobam técnicas de treinamento físico, são mais eficazes no ganho e na manutenção da flexibilidade.

The FIEP Bulletin, Foz do Iguaçu, v. 75, n.Special Ed, p. 316-318, 2005.

Endereço: http://cafigueiredo.org/?pag=publicados&acao=ler&idpub=46

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.