Tomando as Rédeas: Um Estudo Etnográfico da Participação Feminina e das Relações de Gênero no Turfe Brasileiro

Por: Fernanda Azeredo de Moraes e Miriam Adelman.

Esporte & Sociedade - v.3 - n.9 - 2008

Send to Kindle


Resumo

Após uma breve discussão sobre a história do turfe no Brasil e suas dimensões de gênero, apresentamos alguns aspectos de uma pesquisa etnográfica em andamento no Jockey Club do Paraná. As principais questões que focalizamos aqui dizem respeito às dificuldades da participação feminina num meio ainda dominado por relações de homossociabilidade, no qual as veterinárias representam uma categoria profissional relativamente nova e as jockeys, como atletas e mulheres advindas de um meio popular ou proletária, precisam empreender uma árdua luta para conquistar um espaço de atuação. Palavras-chave: turfe brasileiro; lazer e cultura urbanos; gênero e espaço; mulheres atletas; masculinidades.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.