Trabalhando com a Metodologia Crítico Superadora no Colégio Estadual Dona Amélia Amado

Por: Jucilandia Soares Farias, Uildeli Nascimento Santos e Uilliam das Neves Andrade.

XVIII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e V Conice - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho relata a intervenção pedagógica realizada no Colégio Estadual Dona Amélia Amado, situado no município de Itabuna/BA, com duas turmas de 7ª Séries no período vespertino a partir da perspectiva metodológica critico-superadora. No qual faz parte de um projeto maior chamado de Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência em parceria com a Universidade Estadual de Santa Cruz.
O objetivo da proposta é desenvolver uma vertente social reflexiva, uma vez que proporciona ao aluno se tornar um sujeito critico da sua própria ação, possibilitando também dessa forma que haja uma educação que inclua a competência social de forma consciente.
Baseada no Marxismo a proposta Crítico-superadora utiliza o discurso da justiça social como ponto de apoio, destacando-se por propor uma Educação Física que contribua pela formação humana do aluno em amplas dimensões, permitindo a tomada de consciência dos educandos sobre seus próprios corpos, não apenas no sentido biológico, mas especialmente, em relação ao meio social em que estão inseridos. 
Sendo assim a proposta Crítico-superadora busca uma reflexão que, segundo o Coletivo de Autores:
{...} contribua para o desenvolvimento da identidade de classe dos alunos, quando situa esses valores na prática social capitalista da qual são sujeitos históricos. Essa identidade é condição objetiva para a construção de sua consciência de classe para o seu engajamento deliberado na luta organizada pela transformação estrutural da sociedade e pela conquista da hegemonia popular (COLETIVO DE AUTORES, 1992, p.28).

Endereço: http://cbce.tempsite.ws/congressos/index.php/conbrace2013/5conice/paper/view/5319

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.