Trabalho Voluntário de Torcedores do Fortaleza Esporte Clube: Uma Análise a Partir de Mauss e Bourdieu

Por: Ricardo César Gadelha de Oliveira Júnior.

Esporte & Sociedade - v.10 - n.25 - 2015

Send to Kindle


Resumo

Considerando o futebol como um campo, um espaço marcado pela disputa de um capital simbólico e formas de consagração específicas, este artigo pretende analisar as ações de um grupo de torcedores do Fortaleza Esporte Clube, denominado Movimento Independente da Torcida Tricolor, e que tem como principal objetivo a reforma e ampliação do patrimônio físico do clube, por meio de campanhas de arrecadação de dinheiro e material de construção. Partindo das opiniões dos torcedores em programas esportivos de rádio, discussões em fóruns virtuais e da observação das reuniões realizadas pelo MITT, observou- se que o grupo tem conquistado prestígio, a partir de dois modos de desinteresse: por algum ganho financeiro e por reconhecimento, já que a dádiva, o dar sem esperar algo em troca, o sacrifício em nome de algo maior (o clube) e a supressão dos interesses individuais são considerados valores supremos nesse universo social

Endereço: http://www.uff.br/esportesociedade/index.html?ed=25

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.