Tradição e Valores no Ensino do Judô Contemporâneo

Por: Natanael Kenji Saito e .

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Introdução: O judô é bastante valorizado por seu caráter educativo declarado. Como
luta, surgiu durante o processo de ocidentalização do Japão, combinando
características modernas com características tradicionais da cultura nipônica. Jigoro
Kano parece ter sofrido influência tanto das teorias educacionais surgidas na Europa
no século XIX quanto de Pierre de Coubertin, criador do Movimento Olímpico e
do olimpismo. O objetivo deste trabalho é compreender como os senseis acreditam
transmitir esses valores a seus alunos; identificar quais são eles para os diferentes
entrevistados; de que forma eles adquiriram estes conhecimentos; e como se dá na
prática o exercício desses valores. Materiais e Métodos: A investigação que
desenvolvemos caracteriza-se como uma pesquisa descritiva (GIL, 2002). Utilizamos
como técnica de coleta de dados a entrevista ‘de elite’ (FERES & KLEIN, s.d). Foram
escolhidos como respondentes três senseis de reconhecida expressão no âmbito
esportivo do estado do Espírito Santo. Um deles docente de lutas no ensino superior,
outro ocupando cargo de direção do esporte no estado e o terceiro que atua como
treinador das principais seleções de judô do estado. Resultados: A idéia dos valores
morais citados pelos diferentes entrevistados não se diferencia muito. Quatro
características em comum foram relacionadas: 1) disciplina; 2) respeito; 3) hierarquia
(que esta relacionada ao item anterior); 4) autocontrole. De acordo com os
entrevistados, a aprendizagem destes valores veio através de seus professores, sendo
que adquire um valor maior "os de descendência japonesa". Valores transmitidos
pela própria prática, sendo originários da "cultura japonesa", "filosofia japonesa",
"antigas formas de combate do Japão", "a partir do código de honra dos samurais,
o Bushidô", entre outras. Por outro lado, observou-se que as formas com que os
senseis transmitem esses valores não são os mesmos pelos quais eles aprenderam.
Conclusão:A narrativa sobre os valores do judô baseia numa seleção de elementos
que valorizam mais uma identidade ancestral japonesa que suas origens modernas.
Por outro lado, parece que, com o aumento da comercialização do judô, o treinamento
mais voltado a competição, ou até mesmo pelo fato do aumento de professores não
descendentes de japoneses, como diz SUGAI(2000), vem acontecendo uma diminuição
gradativa da transmissão dos valores morais proclamados pelo judô, o que indica
uma dissonância entre o discurso e a prática.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/78_Anais_p447.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.