Transição de Carreira Esportiva de Atletas de Voleibol Masculino Infanto-juvenil

Por: Adriana Justino.

92 páginas. 2014 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

A carreira atlética passa por diferentes transições e mudanças ao longo de seu desenvolvimento, como a transição do esporte infantil para o juvenil, juniores para adulto; esporte amador para o profissional, ou a transição para o término da carreira esportiva, todas elas com exigências de ajustamento e características próprias. Partindo desta premissa, o objetivo deste estudo foi investigar e compreender as variáveis que interferem na transição na/de carreira de atletas de voleibol infanto-juvenil de um centro de esportes de categoria de base da Prefeitura de São Paulo. Foram avaliados 16 atletas de voleibol, do sexo masculino, entre 17 e 18 anos, utilizando-se um questionário elaborado para este estudo com questões que permitiram algumas respostas abertas e outras fechadas, e que se pautou nas propostas do paradigma bioecológico do desenvolvimento humano de Uri Bronfenbrenner e no modelo adaptado de desenvolvimento em transições enfrentadas pelos atletas na carreira esportiva, fase de desenvolvimento psicológico, psicossocial e acadêmico/profissional de Wylleman & Lavallee (2004). As questões abertas foram analisadas através dos procedimentos propostos por Miles & Huberman (2004) e as fechadas através de porcentagens. Os resultados mostram uma valorização da prática do esporte em si e o sentimento de respeito e o compromisso necessários para que se possa ser considerado atleta. A paixão pela modalidade esportiva aparece como forma de validação da extrema dedicação. Observou-se um alto nível de escolaridade da amostra, e que há apoio da família e do próprio centro esportivo para a continuidade dos estudos. A maioria dos atletas pretende continuar na categoria juvenil, no entanto, em algum momento, pensou em abandonar a carreira e planeja ter outra profissão quando parar de jogar vôlei. O microssistema caracterizado pela influência dos pais, técnicos e professores no desenvolvimento da carreira esportiva, desde as fases iniciais até o momento de vida atual dos atletas deste estudo, apareceu como muito intenso e pode ter importância significativa nas decisões ao decorrer da trajetória atlética. O apoio dos pais na manutenção da prática esportiva também se mostra imprescindível, uma vez que, o desenvolvimento da carreira atlética exige importantes decisões de vida justamente na adolescência, quando o indivíduo vive as dúvidas naturais da faixa etária e é com os familiares que conversam sobre o planejamento de suas carreiras. Os resultados deste estudo podem auxiliar a equipe técnica no estabelecimento de metas e planos de carreira, a fim de orientar atletas na escolha de seus caminhos profissionais, oferecendo mais segurança às difíceis decisões, o que poderá criar IX condições para que o atleta se sinta mais seguro, melhorando, inclusive, o desempenho nas quadras e a qualidade de vida neste momento de transição de/na carreira.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.