Treinamento com Natação Sobre a Avaliação Funcional da Nocicepção Ciática em Ratos

Por: Anamaria Meireles, Cassiane Merigo do Nascimento, Daniela Martins Cunha, Elisangela Lourdes Artifon e Gladson Ricardo Flor Bertolini.

Revista Brasileira de Remautologia - v.51 - n.3 - 2011

Send to Kindle


Resumo

Introdução: Existe certa controvérsia com relação ao efeito protetor do exercício em indivíduos com neuropatia periférica. Objetivo: Avaliar o treinamento físico, moderado e com intensidade progressiva, como fator infl uenciador da nocicepção em ratos submetidos a um modelo de ciatalgia. Materiais e Métodos: Foram utilizados 18 ratos, divididos em três grupos: Grupo-Controle (PL); Grupo Natação Baixa Intensidade (GNBI); Grupo Natação Tempo Progressivo (GNTP). Para a realização dos protocolos de treinamento, os animais foram colocados em tanque de água, durante 6 semanas, 3 dias da semana, sendo que para GNBI os animais realizavam 10 minutos de natação por dia, para GNTP os animais iniciaram com 10 minutos e tendo progressão de 10 minutos por semana. PL realizava menos de 1 minuto de natação, apenas para ambientalização. Após o treinamento foi realizado o modelo experimental de ciatalgia, com amarria por fi o Catgut cromado. Para avaliação da nocicepção foi utilizado o Teste de Incapacidade Funcional, que mostra os valores de tempo de elevação da pata (TEP) em um minuto. As avaliações ocorreram antes da cirurgia, no 3º, 6º e 10º dias de pós-operatório (PO). Resultados: Para todos os grupos, foi possível observar que houve aumento signifi cativo dos valores no 3º, 6º e 10º dias de PO ao comparar com os valores do momento pré-cirurgia, mas, para o controle, não houve alteração signifi cativa entre os momentos seguintes, fato que ocorreu para os grupos de natação. Conclusão: O exercício produziu maior hiperalgesia do que nos animais controle. 

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0482-50042011000300006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.