Treinamento com Pilates Induz Alterações na Musculatura do Tronco de Adolescentes

Por: María Carrasco Poyatos, Noelia González-gálvez, Pablo Jorge Marcos Pardo, Rodrigo Gomes de Souza Vale e Yuri Feito.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.25 - n.3 - 2019

Send to Kindle


Resumo

Introdução

O método Pilates pode ser uma forma adequada de exercício para melhorar a força dos músculos do tronco, que podem ser um preditor de dor e problemas musculoesqueléticos.

Objetivo

O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos do método Pilates sobre a força muscular e resistência dos músculos extensores e flexores do tronco em um grupo de adolescentes.

Métodos

A amostra foi composta de 101 estudantes do ensino médio divididos em dois grupos: um grupo experimental (GE = 81) e um grupo controle (GC = 20). A intervenção foi realizada duas vezes por semana durante seis semanas. Cada sessão durou 55 minutos e foi dividida em três partes: aquecimento, parte principal e relaxamento. A força muscular foi avaliada com o teste de Sörensen e o teste de flexão abdominal com apoio de pernas. Para a análise de dados, foram empregados o teste t de amostras pareadas, o teste t para amostras independentes e o coeficiente de correlação de Pearson. O tamanho do efeito (d) foi determinado.

Resultados

O GE apresentou melhoras significativas em ambos os testes (+34,77 pontos; +18,55 pontos, respectivamente). Não foram observadas alterações no GC. O tamanho do efeito foi alto (d > 1,15) para ambos os testes, o que significa que os resultados foram melhores em uma grande proporção de participantes. O grupo controle apresentou declínio da força muscular do tronco. No grupo experimental, meninos e meninas apresentaram melhoras significativas em ambos os testes. Esse aumento de força foi atingido por uma alta proporção de meninos e meninas (d > 1,15). O tamanho do efeito foi alto (d > 1,15) nos dois testes e sexos.

Conclusão

Seis semanas depois da implantação do método Pilates nas aulas de educação física, a força muscular dos flexores e extensores do tronco aumentou nos adolescentes. Nível de Evidência II; Estudos Terapêuticos - Investigação dos resultados do tratamento.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922019000300235&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.