Treinamento Físico Combinado Melhorou a Composição Corporal de Idosas Acometidas Por Diferentes Doenças Crônicas Não Transmissíveis

Por: Aline Gomes Jacobino, , João Carlos Martins Bressan, Marcelo Cavalcante Rocha, Roberto Carlos Vieira Junior e Welington Ribeiro Stabenow.

Corpoconsciência - v.23 - n.1 - 2019

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo verificou os efeitos de 16 semanas de Treinamento Físico Combinado (TFC) sobre a composição corporal de idosas. Participaram do estudo 11 idosas, as quais foram avaliadas quanto à massa corporal (MC), à estatura e à composição corporal. Os dados estão expressos como média±desvio padrão (p < 0,05) e referem-se aos momentos pré e pós-TFC, respectivamente: MC (kg)= 67,5±10,3; 66,8±10,2 (p=0,029); IMC (kg/m2)= 30,1±3,3; 29,7±3,4 (p=0,024); %Gordura= 44,4±3,7; 43,3±3,6  (p=<0,001); Peso de gordura (kg)= 30,3±7,2; 29.2±7,0 (p=0,001); % Massa Magra; 55,6±3,7; 56,7±3,6  (p=<0,001); Peso de massa magra (kg); 37,2±3,7; 37,6±3,7 (p=0,048); Líquido corporal (L); 40,7±2,7; 41,5±2,8 (<0,001); % H2O; 27,2±2,7; 27,5±2,7  (p= 0,064); Taxa Metabólica Basal (kcal); 1092,2±55,9;1096,9±55,9 (p=0,044). O TFC de 16 semanas aumentou a massa livre de gordura bem como diminuiu a massa gorda em idosas.

Endereço: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/7294

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.