Treinamento Físico: Estratégia Eficaz e Segura de Redução da Inflamação em Pacientes com Caquexia Associada Ao Câncer

Por: Emídio Marques de Matos Neto.

2016 10/10/2016

Send to Kindle


Resumo

A caquexia associada ao câncer é uma síndrome multifatorial e multiorgão de etiologia desconhecida caracterizada por profunda perda de massa corporal. Assim, o presente estudo investigou o processo inflamatório sistêmico e no tecido adiposo subcutâneo e testou a hipótese de atenuação da inflamação pelo TF crônico em pacientes com caquexia associada ao câncer e controles. Pacientes foram distribuídos em seis grupos: Controles (Control SED e TR), portadores de tumor gastrintestinal sem caquexia (WSC SED e TR) e portadores de tumor gastrintestinal com caquexia (CC SED e TR). Observamos cessação da perda de massa corporal e ganho cardiorrespiratório (incremento de 209%) entres os pacientes caquéticos treinados e redução de colesterol total no CC TR, de LDL no CC SED e de HDL no CC SED e CC TR. O TF foi capaz de aumentar a concentração de HDL ao longo da intervenção (de 34,83 ± 4,74 mg/dL para 57,0 ± 3,42 mg/dL). Não encontramos diferenças entre as células imunitárias infiltradas no TASC dos pacientes avaliados. Esse é o primeiro estudo, de nosso conhecimento, que demonstra que o exercício físico realizado de forma crônica é capaz de reduzir a inflamação em pacientes com câncer caquéticos, atenuando os sintomas da síndrome. (AU)

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42134/tde-16052017-135255/pt-br.php

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.