Treinamento Físico Multimodal com Dupla Tarefa na Doença de Alzheimer: Efeito nas Funções Cognitivas e na Força Muscular

Por: Amanda Morais de Pádua, Bruno Naves Ferreira, Emmanuel Dias de Sousa Lopes, Fernanda Aparecida Lopes Magno, Flávia Gomes de Melo Coelho, Isadora Ferreira Henriques e Marina de Melo Reis.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.19 - n.5 - 2017

Send to Kindle


Resumo

Objetivou-se avaliar os efeitos do treinamento físico multimodal (TFM) com dupla tarefa nas funções cognitivas e força muscular de idosos com doença de Alzheimer (DA). Participaram 19 indivíduos com DA no estágio leve e moderado, divididos em grupo treinamento (GT) e grupo controle (GC). O GT realizou treinamento físico multimodal (TFM) com dupla tarefa por 12 semanas. Os idosos foram avaliados no momento pré e pós-intervenção. Para avaliação da cognição foram utilizados o Mini Exame do Estado Mental (MEEM), Teste do Desenho do Relógio (TDR) e Bateria de Avaliação Frontal (BAF). Para a força muscular, o Teste de Levantar e Sentar da Cadeira (TLSC) e Força de Preensão Manual (FPM). O teste de Wilcoxon foi utilizado para analisar os momentos pré e pós-intragrupos. O GT apresentou melhora significativa na BAF e TLSC (p≤0,05) e tendência de melhora no escore do MEEM (p ≤ 0,08). O GC apresentou melhora significativa no TLSC (p≤0,05). O TFM com dupla tarefa melhorou as funções cognitivas frontais e a força muscular de membros inferiores de idosos com DA.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2017v19n5p575

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.