Treinamento de Força em Idosos: Um Estudo de Caso

Por: Gustavo Sandri Heidner, Priscila Rocha Leppich e Rafael Reimann Baptista.

I Simpósio em Neuromecânica Aplicada

Send to Kindle


Introdução: A perda de força é limitante e pode representar um caso de risco para o idoso. O presente trabalho consiste na análise do impacto de um treinamento resistido na força de 6 idosos do sexo masculino, durante o período de 3 meses, na academia de musculação da PUCRS¹.

Objetivos: Quantificar o desenvolvimento de força em idosos do sexo masculino submetidos a um treinamento de força e verificar a existência de diferenças significativas de força entre a semana zero e semana 12 do treinamento.

Materiais e métodos: Os sujeitos foram submetidos a um treinamento de força orientado, com caráter hipertrófico, que consistia em duas séries de dez repetições para cada exercício, com um minuto de recuperação entre cada série. Os exercícios utilizados foram supino vertical no aparelho, puxada frontal, elevação lateral, leg press 45°, extensão de joelhos e flexão de joelhos, no aparelho, na posição sentada. Antes e após os exercícios, os sujeitos realizavam exercícios de alongamento, respectivamente, para todos os grupos musculares solicitados, por 20 segundos para cada. A força dos indivíduos foi verificada na semana zero, semana 6 e semana 12 através de um teste de 5RM para cada exercício. A carga de treino foi definida como 80% do valor atingido no teste de 5RM.

Resultados: Todos os sujeitos apresentaram aumentos de força em todos os exercícios. Somente os dados do leg press foram estatísticamente significantes (p<0,01), com um aumento médio de 43% da carga após as 12 semanas.

Discussão: O resultado encontrado no leg press é similar a resultados encontrados em outros estudos (Reeves et al. 2004), porém com maior eficácia.

Conclusão: O treinamento resistivo de força pode desenvolver significativamente a força de membros inferiores em idosos.

E-mail do apresentador: gsheidner@gmail.com

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.