Qualidade de Vida Relacionada à Saúde em Idosos, Avaliada com o Uso do Sf-36 em Estudo de Base Populacional

Por: Chester Luiz Galvão César, Luana Carandina, Margareth Guimarães Lima, Marilisa Berti de Azevedo Barros, Moisés Goldbaum e Rozana Mesquita Ciconelli.

Cadernos de Saúde Pública - v.25 - n.10 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Com o aumento da esperança de vida, a melhoria da qualidade de vida dos anos conquistados passou a ser um dos maiores desafios da saúde pública. O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) de idosos do sudeste brasileiro segundo fatores demográficos e sócio-econômicos. O estudo transversal, de base populacional, incluiu 1.958 indivíduos com 60 anos ou mais. A QVRS foi avaliada com o instrumento SF-36. As menores médias de escores foram observadas nos domínios de vitalidade, saúde mental e estado geral de saúde, e as mais altas em aspectos emocionais, sociais e físicos. Apresentaram pior QVRS os idosos do sexo feminino, de idade mais avançada, com menor nível de renda, menor escolaridade e de religião evangélica. As maiores diferenças de escores entre os subgrupos sócio-demográficos foram observadas nos domínios de capacidade funcional e aspectos físicos. Os resultados apontam a necessidade dos programas de saúde levarem em conta a multidimensionalidade da saúde e as significativas desigualdades sociais presentes, de forma a priorizar os componentes mais comprometidos da QVRS e os subgrupos populacionais mais vulneráveis.

Endereço: http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0102-311X2009001000007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.